sábado, 10 de janeiro de 2009

85 - Os Livros da Minha Infância


Minha história no mundo maravilhoso das letras começa com um homem deitado no sofá dando risada enquanto lia uma revistinha em quadrinhos.
Curiosa, fui ver o que fazia meu pai rir e reconheci os personagens do gibi, só não conseguia identificar os sinais que ficavam nos balõezinhos acima da cabeça de cada um. Perguntei e meu pai contou um resumo da estórinha.
Ao aprender a decifrar os tais "sinais" na escola, pedi a ele que comprasse gibis e uma louza para que eu pudesse praticar a leitura e a escrita. Ganhei duas revistinhas e uma louza enorme.

Dos gibis para os livros de contos de fadas dos Irmãos Grimm foi um passo, seguido de perto por toda a obra de Monteiro Lobato, que encanta-me até hoje.

Das leituras extra-classe solicitadas para trabalhos escolares, conheci as "Meninas Exemplares" da Condessa de Ségur e as obras de Frances Elisa Hodson Burnett: "A pequena princesa, O jardim secreto e o Pequeno Lorde". O livro que me tirou o sono de tão apavorada que fiquei: "O escaravelho do diabo" e outro que fez com que tirasse a nota máxima: "A serra dos dois meninos" - infelizmente não lembro o nome dos autores, só da coleção a que pertenciam: "Série Vagalume" que faz sucesso até hoje entre os estudantes - os que gostam de ler, é claro.

Tive o prazer de saber que Malba Tahan era o pseudônimo de um brasileiro apaixonado pelo oriente e suas mil e uma noites - o escritor de "O homem que calculava" - livro que "quase" me fez gostar um pouco mais de matemática.

E foram tantos livros emprestados na biblioteca da escola que ouso mencionar apenas dois: "Contos da Taberna" de Arthur C. Clarke e "Vinte mil léguas submarinas" de Jules Verne.
Para arrematar, Vinicius de Moraes com sua "Arca de Noé".


A Fada sempre lançando novos encantos, desafiou-me a falar sobre os livros da minha infância, minhas primeiras leituras.
Repasso o desafio para sete Amigos de Boas Palavras:
Maycon Ramos
Turmalina
Izinha
Gilbamar
Lanika
Ana
Ynot Nossirah

Gosto muito de ler e recordar meus primeiros livros será sempre agradável.
Lembro de um comercial de televisão, veiculado quando era criança; uma menina e um menino viajando em um livro que como um pássaro, batia as páginas e levantava vôo, levando-os a viajar por muitos mundos enquanto uma música era tocada e cantada. Eis parte da letra:

"A aventura, a fantasia,
Todas as histórias que o mundo não tem.
Ler é Sonhar,
Ler é Viver!"

Então "Sonhem" e "Vivam" muito.


Para a Fada e seu Quarto Encantado. Sempre.

14 comentários:

Giane disse...

O desafio foi lançado dia 16 de dezembro. Dia 30 o selo de presente.
Tarde, bem tarde, eu sei.

O melhor dos desafios e presentes "Encantados" é que eles mais que eternos são ternos.

E o afeto contido neles neles é infinito.

Agradeço-te muito Fada.
Por tudo. Sempre.

Giane disse...

Imagem: Google Images

f@ disse...

Olá Giane,
vim desejar bom fim de semana e deixar um beijinho das nuvens

Volto amanhã paraler com + tempo
beijinhos e leituras en cantadas...

Mauro Castro disse...

Fico feliz de ver esse blog indo de vento em popa.
Há braços!!

Turmalina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Turmalina disse...

Querida...
Já fiz minha listinha lá :o)
Bem, mas vim falar de outra coisa, vim falar sobre o recadinho no post.
Pensando sobre o que escreveu, do alto dos meus 41 anos, eu te digo que todo final de relacionamento deixa mágoas.Mas o amor, aonde realmente existiu, depois de amenizadas as mágoas, fica para sempre na forma de uma lembrança boa.
Tudo que envolve afeto é complicado.E vc simplesmente não apaga isso de dentro de vc. E com o passar dos anos, vc não coleciona amores e sim afetos.
Vc vai descobrir que o tempo lhe dará o direito e principalmente a segurança de amar sem culpa.
Sendo bem piegas eu afirmo que o amor vem prá cada um sim.Temos uma amiga em comum, aquela que dança e escreve como ninguém, vc vê como hoje ela está feliz???
É só uma questão de tempo...e não se preocupe em matar o que sente dentro de vc.Esse amor pode ficar aí sim... é só vc impôr os seus limites à ele :o)
Amar não faz mal, sofrer sim!!!
Bjossssss
P.S. Acho que me empolguei e falei demais...

Ynot Nosirrah disse...

Já entendi o desafio e aceito. Assim que tiver tempo eu participarei. Agora pode voltar ao meu blog, pois acabei de pôr o meme. Seja bem vinda.

Gilbamar disse...

Minha amiga Giane, eis aí um desafio que gosto de enfrentar. Os livros sempre foram meus companheiros desde a infância. Com eles eu aprendia, brincava e sonhava. Foi quando me veio o desejo de, um dia, ser também escritor.

Fraternal abraço do amigo Gilbamar.

EU MULHER disse...

Querida amiga, obrigada pelo comentário em meu blog. Estou aqui encantada com tantas palavras bonitas. Gostei da história que vc fala dos gibis.

Um beijão

cada qual disse...

Adorei seu blog,posso linkar você?
abraços e beijos

1/4 de Fada disse...

Temos leituras em comum, para além das outras coisas todas que já sabíamos... e devemos ter muitas outras mais, que o tempo nos dê o prazer de as descobrir.

f@ disse...

Olá Giane,
Passeia nas nuvens e apanha lá um prémio dourado pelas estrelas…

Beijinhos das nuvens

su disse...

Post adorável...parece que andamos a viajar pelo tempo a vestir-nos de passado...delicioso passado!

Um beijo grande e um BOM ANO!

tossan disse...

Depois do ar e da alimentação ler é fundamental. Formamos uma comunidade especial. Seja feliz. Bj

Related Posts with Thumbnails