terça-feira, 26 de janeiro de 2010

135 - Encontros


O Verseiro faz hoje dois anos.
Para comemorar, o Elcio, convidou os Amigos de Boas Palavras a postarem uma foto da infância ou adolescência, acompanhada por uma história de preferência engraçada.

A foto com meus irmãos vou ficar devendo - família com limitados recursos materiais, traduzindo: pobre - em época que fotografia era pouco popular e cara, lamento dizer que praticamente não tenho fotos desse período bom e feliz da minha Vida, só tenho essa de Eu bebê!!!

Mas histórias engraçadas, tenho. E muitas.

Meus irmãos e Eu gostávamos de brincar embaixo das camas e rolávamos embaixo delas, fingindo explorar os "bueiros" da cidade. O nome da brincadeira : "Os menininhos do bueiro".
Hoje em dia, meus sobrinhos gostam de fazer o mesmo. Eles são os "Os menininhos do bueiro - a nova geração".

Tinhamos também a mania de fazer "cabaninha" na beliche e brincar de acampamento, levando bolachas maria e água para passarmos a noite de sábado acordados a luz de velas... por sorte, nunca aconteceu nenhum acidente com o fogo, mas todos fazíamos xixi na cama...

E quem nunca fez de uma mera bacia grande com água, uma piscina?
Meus irmãos e Eu fazíamos melhor...brincávamos de polícia!
A bacia era nosso carro e no calor do dia, perseguir malfeitores imaginários era muito agradável!
Difícil era quando os três resolviam ser o "motorista do carro policial" - rsrsrs!!!

A infância é uma fase muito boa da nossa Vida, na maioria das vezes não importam as dificuldades, o espiríto infantil as ultrapassa com diversão e muita imaginação.

Lembro de um período muito difícil em que passamos muita fome.
Em um desses dias, em que não havia nada em casa para comer, meus irmãos e Eu, lembramos de um desenho em que o personagem principal abria armários, forno e geladeira e o "fantasma da fome" aparecia para ele. Para nos distrair, fazíamos o mesmo e fingíamos ver o "fantasma da fome" e ríamos por estar na mesma situação do personagem do desenho animado.
Ora, fazer o quê? Chorar? Preferíamos rir da cara da fome e assim com nossa alegria, animar a Matriarca que declarou que se fosse para morrer de fome morreríamos todos juntos - e ninguém estava a fim de morrer naquela ocasião... e pensando bem nem agora!

Chegamos os três na idade adulta e a Matriarca na melhor idade, bem de saúde e felizes, Agradecendo todo dia ao Universo pela nova geração da Família não ter que passar por tantas dificuldades. E claro quando passar, que seja com bom humor e Amor.
Sempre.



O Elcio terminou seu curso superior - Parabéns, Menino, um dia Eu também chego lá! - e a Alegria contida em suas Palavras, a beleza das suas imagens e a inspiração abundante de seus Belos Versos é contagiante!
Recomendo uma visita no seu cantinho de Versos, Palavras, Imagens e Impressões sempre muito cativantes.
Resumindo: um verdadeiro VERSEIRO!!!


Beijos mil, Garoto!!!

7 comentários:

Giane disse...

Pois é, a postagem era para ter sido publicada ontem, dia 26, mas devido um "bug" ocorrido pela manhã no Blogger ou no meu computador, não consegui postar...

"Bão", tá valendo!!!

Parabéns ao Elcio, pela formatura e pelo Verseiro!

Giane disse...

Ah, sim...Seguimos com as homenagens, brevemente, mais favoritos aqui!!! UEBAAAA!!!

Elcio Tuiribepi disse...

Oi Giane,sem problemas,o importante é a presença de espirito, a vontade de interagir de coração e alma...e isso pelas histórias que li aqui, foi feito...rsrs
Legalque uma história puxa a outra e nos faz lembrar demais coisas...
Assim como vocês faziamos isso tbm
Cama beliche virava uma cabana...
Tomar banho numa bacia...rsrs...ou então de mangueira...hum...bom demais..
Olha...muito legal sua postagem e sua forma de interagir...
Brigadão, brigadim,tenho certeza que todo mundo riu pelo menosumbocadinho com tantas passagens interessantes
Um abração na alma...bjo..valeu....rsrs

Derfel disse...

Querida Giane

Realmente, as crianças sãos os seres mais fortes do Mundo, pois há nelas, mais do que em qualquer outro ser, a verdadeira força de Vida, a Interior, a Alegria e o Amor mais reais. Passam (passamos) pelas dificuldades com toda a energia, e não há dificuldades que as deitem abaixo. E, como se diz, há uma criança dentro de cada um de nós...

Adorei a partilha. Bem haja.

Jinhos de Paz e LUZ
Derfel

Zininha disse...

Saudades de uma infãncia feliz!

Isso que me fez sentir sua história amiga...

Deixo beijos....

Turmalina disse...

Lindas palavras...de esperança e saudade...
Grande beijo

Blue disse...

O tempo passando e ficando as histórias de vida de cada um. Viver é também isso: lembrar com saudades de um passado que não volta mais.

Beijos

Related Posts with Thumbnails