terça-feira, 2 de setembro de 2008

39 - O Tempo


"O tempo é muito lento para os que esperam.

Muito rápido para os que têm medo.

Muito longo para os que lamentam.

Muito curto para os que festejam.

Mas para os que amam, o tempo é eterno."


William Shakespeare

6 comentários:

Giane disse...

O tempo não mata a saudade.
Ele só a espalha por muitas coisas e pessoas...
E de tão dipersa, ela vai ficando mais suave, mais suave.
Mas não deixa de existir.
De estar aqui.

Karine Leão disse...

O tempo é o senhor da razão...

Mas o passar dele... também pode acabar nos tirando a razão.

Gostei do tempo que passei aqui te lendo!

Beijos!

f@ disse...

O tempo e sempre o breve ou o longo tic tac de pulsar... para os que amam o tempo não conta... o tempo pára e todos os relógios do mundo são invisiveis e sem corda nem pilha...
Bonito poema...
beijinhos das nuvens

Quase Trinta disse...

Adoro esse texto.
E o tempo sempre ele.... não tem como fugir.
E depende de como estamos o vemos o tempo como aliado ou inimigo..
Mas como bem disse a Ká o tempo é o senhor da razão.

Karine Leão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Karine Leão disse...

Giane,

Vou aguardar ansiosamente sua volta, tá?

E que novos e belos desenhos tragam muitas cores à sua vida!!!


“Porque um jardim jamais está completo, até nos dias mais cinzentos, uma flor desponta para nos lembrar que uma nova estação repleta de cor e de aromas doces se avizinha. Mesmo quando o frio e a penumbra parecem ter vindo para ficar, o nosso jardim nunca dorme... e em breve, explodirá numa paleta de cores que quase nos faz desejar que permaneça assim para sempre, florido e exuberante. Talvez a maior lição que a Natureza nos ensina, é que a transformação é a única coisa que permanece.”

Jamais quero meu jardim completo, desejo sempre e cada vez mais a doce e mágica surpresa da transformação constante.

Obrigada por florir meu Ponto e fazer toda a diferença.

Meu Beijo Karinhoso,

Related Posts with Thumbnails