quarta-feira, 17 de setembro de 2008

48 - Um poema


"Nunca a alheia vontade, inda que grata,
Cumpras por própria.
Manda no que fazes, nem de ti mesmo servo.
Ninguém te dá quem és.
Nada te mude.
Teu íntimo destino involuntário, cumpre alto.
Sê teu filho."

Fernando Pessoa

8 comentários:

Giane disse...

Depois de Florbela, meu poeta português favorito.

Dora Mimos Ponto Cruz disse...

Antes de Florbela o meu poeta português preferido... será sempre único e inigualável!
beijinhos!

Quase Trinta disse...

Manda no que fazes...ninguém te dá quem és...
simplesmente genial..
beijos querida

Layla disse...

Esse poema foi pintado na parede do meu quarto quando eu tinha 15 anos... Certamente uma das coisas mais belas que já li. Fernando me conhece desde pequena. Há muito que conversamos bastante, e que companhia!... rs.
Salaam
Layla

f@ disse...

Também gosto mto deste poema...
e F Pessoa sempre antes de todos...
beijinhos das nuvens

Amanda Maria disse...

Fernando é um gênio, amo todos os poemas dele ^^

Florbela também é perfeita,adoro um poema dela chamado "Eu", tem até no meu perfil do orkut ^^

Bjuxxx Gi!

phantom_lady

Tatah Marley's Confissões disse...

ooooo flor, que força tu me deu vei!
*---------------*
adorei seu post, poema lindo lindo!
x)

Path! disse...

adoro Fernando Pessoa tbm! ^^

Naum tenhu comentado mto por aki...mas saiba q os textos, msmu sem comentários meus, são sempre mto bem lidos...^^

"Nada te mude."

Continue postando sempre teus belos textos! ^^

bjooo Giii!!!

Related Posts with Thumbnails